Entre os Meus Dias

domingo, 16 de setembro de 2018

A Inês

Com certeza que já vos tinha falado da minha Inês,, mas para quem não sabe, a Inês é uma vaca e foi me oferecida bebe,  já está comigo há uns anitos e posso vos dizer que é uma fofa. Tenho também a xica, uma gata, mas a Inês é especial. Tão especial que é ela que manda cá em casa. Usa todas as divisões da casa, até o wc ,gosta de beber água na banheira e adora sentar se no tapete fofo.
Passeia pela casa, sempre atrás de mim e quando quer ir à rua deita se no sofá,  como quem diz, não tens onde te sentar, és obrigada a levar me a passear.
Na rua faz um sucesso que nem imaginam,  as crianças adoram- na, até apanham erva para ela comer.

Deixo- vos aqui a foto da minha Inês, vejam como é fofa e delicada :D


quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Da seeeeeee

Não sei porque tanto falatório da Cristina trocar a TVI pela SIC.
Era apatecer-me um patrão que me oferecesse mais alguns/bastantes , euros, que eu ia na hora.

À e porque a Cristina esqueceu a amizade do Goucha , porque esqueceu quem lhe fez bem etc e tal.

As amizades verdadeiras não se perdem porque se muda para outro emprego. 

E eu cá continuo à procura do tal tesouro , ando toda esfarrapada , olha agora, se me oferecessem mais uns euros ahahahahah

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Ufaaaaaa:(

Já vos tinha contado que há meses, tive um sonho onde existia um cofre bem recheado aqui em casa. Pois bem, cá continuo à procura, já vou no 26 armário, vou encontrar de certeza.
Não sei quando mas vou.

sábado, 25 de agosto de 2018

Alô Alô:)

Tenho estado de férias, como já tinha dito. E não é que, estava aqui a pensar e constatei que tenho menos tempo livre nas férias que quando estou a trabalhar? Pois é , dias de muita correria , para a praia ,piscina ver amigos , uma canseira.

Mas tá se bem, ó se está ahahahahah

Bom fim de semana.

domingo, 12 de agosto de 2018

E cá ando, numa trabalheira que vocês nem fazem ideia.

Têm sido dias de intenço trabalho, que não me deixam tempo livre para vir aqui.

A sério, tanto pedi que o verão chegasse que ainda não parei :)

Praia e piscina, têm desde que fiquei de ferias do outro trabalho, sido a minha ocupação.

Depois ainda me perguntam se não faço outra coisa..  nao, não faço ahahahahahah

Bom domingo que eu por aqui continuo .



sexta-feira, 27 de julho de 2018

Porra pah :(

Onde eu queria estar!

Onde eu estou!


Depois uma pessoa anda stressada, irritada, danada com tudo e com todos.
Vou masé atirar- me da varanda 🤔🤔🤔


terça-feira, 24 de julho de 2018

Ai que bom ;)

Não sei se alguém por aqui gosta de praia, mas cá eu, adoooooroooooo e se pode-se passava lá o verão, adoro agua e a paz que o mar me transmite. Não gosto de praias a abarrotar , gosto de praias calmas onde possa estender a toalha onde quiser. Adoro sentar na areia molhada e simplesmente olhar o mar.

Este ano, ao contrário dos verões passados, por esta altura já tinha ido há praia dezenas de vezes, mas como este verão é o que se tem visto, ontem, como estava mais um calorsito aí vou eu.

Ai como me soube bem, estar ali a apanhar o ar do mar ,o sol ,os banhos. Ai que saudades.


quinta-feira, 19 de julho de 2018

Não havia necessidade.

Eu cá até gosto da tininha, acho-a uma pessoa com muito sentido de humor, humilde e que não nega as suas origens. Mas há dias vi-a assim e pensei, será photoshop? será que ela está assim a precisar tanto de fama? de dar nas vistas com aquela rosa ali plantada? sim, porque quando aparece assim uma coisa do género, vendem-se logo centenas de revistas, "ganham" não sei quantos likes e por aí fora. 

Mas a tininha acho que não tinha necessidade. 
Mesmo assim ainda acho que é photoshop, olha, não sei, sei que está horrível :(  



segunda-feira, 16 de julho de 2018

Factos

Hoje, em conversa com a minha mãe, relembramos os tempos da infância dela, da minha, dos meus irmãos e do que era viver há dezenas de anos atrás. Se por um lado, no tempo dela se andava descalço, com pouca roupa e pouca alimentação,  no meu e embora também não houvesse muita coisa, já tinha uns sapatitos, uma roupita e comida na mesa.

Mas, o que ela sente mais falta e eu também, era da facilidade de comunicação que existia entre as pessoas do mesmo bairro. Há noite havia sempre conversa entre os vizinhos, andávamos nas casas uns dos outros e no verão reunimos na rua. Falava se de tudo, todos se ajudavam, as portas de casa nunca se fechavam. Havia alegria, alegria de quem não tinha nada, mas sentia a  amizade do outro, a ajuda do vizinho, as conversas ao serão. Lembro que naquele bairro, às vezes tambem haviam discuções, mas todos estavam lá para o que fosse preciso. Lembro que os meus pais iam trabalhar, e havia sempre uma vizinha que olhava por nós.

E hoje falamos disso porque eu fui passar o dia com ela e era um silêncio que até incomodava. As pessoas foram embora e, daquele tempo só existem lá duas famílias com cinco pessoas no total. E essas pessoas, assim como a minha mãe, já estão idosas, já não vêm tanto à rua e
Também já não falam tanto, não porque não queiram, mas porque a doença as obrigou a afastar.
Falei à minha mãe que onde vivo, uma urbanização, onde vivem centenas de pessoas, só conheço a minha vizinha do lado e que às vezes falamos à varanda. Disse a ela que ainda ontem e ao apanhar o elevador entrou um Sr e nem Boa tarde disse, contei que, principalmente de manhã encontro pessoas a sair do meu prédio e fazem que nem me vêm, falei do tempo, que até ele está diferente. Será que até à natureza mudou?

Ela estava triste por agora lhe faltar essas conversas, essas companhias, esses momentos tão bons.

Eu só lhe pode dizer, tempo de merda e pessoas de mal com a vida, imagino eu.

Ela disse aquela frase infelizmente tão famosa: fomos felizes e não sabíamos.

Bom início de semana.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Por onde andas Maria? :)

A Maria tem tido muitos dias de pouco dolce far niente  :)


hummm papinha boa.




Momentos fotográficos :)


Adoro quando chego a uma esplanada e não está ninguém :) 


Momentos de mimo :) 





Saídas à noite.


E este lindo por do sol que vejo da minha janela. 


E pronto, vou continuar (espero ), a aproveitar todos os bons momentos que possa.