Entre os Meus Dias

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Factos

Hoje, em conversa com a minha mãe, relembramos os tempos da infância dela, da minha, dos meus irmãos e do que era viver há dezenas de anos atrás. Se por um lado, no tempo dela se andava descalço, com pouca roupa e pouca alimentação,  no meu e embora também não houvesse muita coisa, já tinha uns sapatitos, uma roupita e comida na mesa.

Mas, o que ela sente mais falta e eu também, era da facilidade de comunicação que existia entre as pessoas do mesmo bairro. Há noite havia sempre conversa entre os vizinhos, andávamos nas casas uns dos outros e no verão reunimos na rua. Falava se de tudo, todos se ajudavam, as portas de casa nunca se fechavam. Havia alegria, alegria de quem não tinha nada, mas sentia a  amizade do outro, a ajuda do vizinho, as conversas ao serão. Lembro que naquele bairro, às vezes tambem haviam discuções, mas todos estavam lá para o que fosse preciso. Lembro que os meus pais iam trabalhar, e havia sempre uma vizinha que olhava por nós.

E hoje falamos disso porque eu fui passar o dia com ela e era um silêncio que até incomodava. As pessoas foram embora e, daquele tempo só existem lá duas famílias com cinco pessoas no total. E essas pessoas, assim como a minha mãe, já estão idosas, já não vêm tanto à rua e
Também já não falam tanto, não porque não queiram, mas porque a doença as obrigou a afastar.
Falei à minha mãe que onde vivo, uma urbanização, onde vivem centenas de pessoas, só conheço a minha vizinha do lado e que às vezes falamos à varanda. Disse a ela que ainda ontem e ao apanhar o elevador entrou um Sr e nem Boa tarde disse, contei que, principalmente de manhã encontro pessoas a sair do meu prédio e fazem que nem me vêm, falei do tempo, que até ele está diferente. Será que até à natureza mudou?

Ela estava triste por agora lhe faltar essas conversas, essas companhias, esses momentos tão bons.

Eu só lhe pode dizer, tempo de merda e pessoas de mal com a vida, imagino eu.

Ela disse aquela frase infelizmente tão famosa: fomos felizes e não sabíamos.

Bom início de semana.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Por onde andas Maria? :)

A Maria tem tido muitos dias de pouco dolce far niente  :)


hummm papinha boa.




Momentos fotográficos :)


Adoro quando chego a uma esplanada e não está ninguém :) 


Momentos de mimo :) 





Saídas à noite.


E este lindo por do sol que vejo da minha janela. 


E pronto, vou continuar (espero ), a aproveitar todos os bons momentos que possa.


 

quarta-feira, 4 de julho de 2018

😥😥😥😥

Ando a tentar perder alguns kilos, não tem sido fácil, mas já lá vão 5 ;)

A minha perdição são os doces, e nos entretantos era isso que comia, bolachinhas, chocolates e outros do género. Mas já há algum tempo que não consumia nada disso.

Mas e porque há sempre um mas em tudo, ontem quebrei a dita 😏



Hoje tou  aqui arrependidissima .... 😥😥😥😥

Já pensei até,  ir ali atirar-me da varanda 😥😥😥😥😥😥😥

terça-feira, 3 de julho de 2018

Mas que é isto?




Mas que mundo é este, onde se chora por futebol? 

Mas que mundo este em que vivemos onde há pais que não sabem mostrar a realidade que realmente interessa, aquela que muitos escondem aos meninos ( para não os traumatizar ),  que não explicam às crianças que há meninos a morrer de cancro, a passar fome, frio, sede e sem teto. Que há crianças violadas, que há crianças que são assassinadas, que há crianças a trabalhar com 4 anos. Que há tanta, mas tanta miséria por esse mundo fora, porque não lhes mostram e explicam isso. Não para elas chorarem, talvez se emocionar, mas, para aprenderem o que realmente está mal, muito mal.

Que mundo é este? 

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Nós, mulheres somos muito mais inteligentes.


Se não, reparem na informação que o nosso cérebro consegue assimilar em segundos. 
ahahahahahah 

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Uma pessoa, pensa em ir à praia e vai. Diz o mais que tudo: o tempo não parece tar grande coisa,  eu digo: vamos na mesma, pode ser que lá esteja bom:) A pessoa faz a marmita., leva 20 chapéus mais 4 corta vento e 10 toalhas.

Faz- se ao caminho, o tempo apesar de não estar frio, não há sol. Para se no caminho para beber um café., uma pessoa que lá estava disse para outra: hoje não se pode estar na praia, eu ouço, mas penso, ohhhh tá parvo ou quê.

A pessoa mete-se no carro e lá vai toda contente.

Uns kilometros mais à frente, a pessoa chega à praia, não tá vento, o mar parece uma lagoa, sol e calor é que nem por isso :(

Montamos tudo, tirei a roupa e disse pró mais que tudo, adoro ter a praia só para mim .

Ele: pois podera,  com este tempo...

Passados 5 minutos já tinha vestido o casaco,  e passadas 2 horas, já estávamos no carro ahahahahah

Isto sinceramente...



Quando vem o verão mesmo? 

sábado, 23 de junho de 2018

Só para informar que ...

Vou deixar de limpar a casa, pronto!!


Bom fim de semana;)

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Tá resolvido.

Ontem falei do verão e como tinha até rejuvenescido, hoje um temporal do caraças.

Voltei a pensar no que raio havia de vestir e calçar.

Tenho o hábito de à noite deixar já a farpela que vou usar no dia a seguir pronta,  mas com estas constantes mudanças de tempo, tive de por a imaginação a trabalhar, fui ao roupeiro e arranjei duas farpelas e dois calçados, de manhã conforme o tempo que estiver é só enfiar  :)

Se estiver bom tempo, uso este vestido com o respetivo chinelinto.

 


Se estiver a chover 

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Momentos

Uma pessoa andava tão ansiosa que viesse o virão ;) que assim que vieram uns dias de calor até rejuvesneci 😊

Dar ar ao pezinho é coisa que eu adoro, adoro chinelos e é praticamente o que uso no verão.

Estes foram a última aquisição.


E estar a descansar na varanda? 


E este por do sol? 


Ai verão, fica não vás embora:)

domingo, 17 de junho de 2018

Ai ó pah, ca nervos.

A perposito da capa da revista da Cristina, e de outras publicações no género sobre a mãe do Ronaldo.
Tudo tem um sentido, vender que eu e toda a gente sabe.

Há tempos no titulo do livro que dizem que ela escreveu, Mãe Coragem, eu pergunto porquê mãe coragem? porque deixou o filho com 13 anos ir para o Sporting? porque o pôs a trabalhar ainda uma criança? era o sonho dele, diz a mãe, ok! e? passou fome para o criar, e não há tantas que infelizmente passam?  aturou o pai que era alcoólico, tantas mulheres que aturam, diz que nunca o deixou por vergonha, em minha opinião não o deixou, porque há mulheres que assim preferem ou não têm possibilidades financeiras para deixar os maridos, agora por vergonha? valha-me a  santa.

Quem me é mais próximo sabe que não gosto nem um pouco do Ronaldo, pode até ser bom jogador e isso não lhe tiro o mérito, mas não gosto dele. Acho-o muito ambicioso e cheio de manias, é a minha opinião, claro. Não é por inveja do dinheiro que ele tem, porque isso ajuda sim, mas não traz toda a felicidade, só alguma, basta olhar a cara do filho mais velho para ver que aquela criança não é nem um pouco feliz. Depois anda a comprar filhos que isso para mim é o mais baixo que se pode descer, teve agora um, diz que é daquela sra que vive com ele, não sei que não estava lá, mas se gosta de mulheres para que os compra? ainda se fosse gay, também não sei se não é, podia adotar como tanta gente faz, enfim, paranóias de famoso.

Quanto à mãe, até acredito que tenha passado dificuldades, mas e não passa toda a gente? Isso faz dela mãe coragem?  ahhhhhhh porque é mãe do "melhor do mundo" Porra só agora é que percebi, também devo andar uma década atrás ahahahahah

Santa paciência.