Entre os Meus Dias

segunda-feira, 18 de março de 2019

Pedido de ajuda!

Vocês  nem sabem, porque ainda não contei claro, mas estou a fazer os preparativos para ir assistir ao festival da canção. Fui convidada vejam bem, ainda nem sei porquê, mas pronto, fui o vou. Fui e vou? c`horror!!

Mas estou (como sempre), com um grave, gravíssimo problema, é que para ir exijem  que vá vestida mais ao menos de acordo com a vestimenta do Conan. Porra que problema do caraç@s né? e agora? eu até detesto aquilo, mas se é condição e se quero ir tenho de me vestir de acordo.

Então andei a ver algumas e até já falei com o meu personalestilista, mas a vossa opinião é sempre a mais sensata queu sei.

As minhas escolhas vão para estas liiiindaaaassssss fatiotas.


Esta é a minha preferida! não sei, mas assim se precisar me esconder (com a vergonha) sempre posso puxar a casota.


Esta também não desgostei de todo, ninguém se encosta muito :) 


Nesta o que gostei mais foi dos holofotes, acho que me trariam muita luz, mais que a ele não, mas alguma!


Ajudem-me por favor que eu ainda tenho de mandar vir os tecidos, mais as luzes, os arames, os ferros ufffff que canseira.

domingo, 10 de março de 2019

Just one question please!

Hoje venho cá só para que quem aqui passa e lhe apetece escrever, me diga uma coisa.

Como já tive oportunidade de dizer não sou católica nem tenho qualquer religião, então há dias o outro, aquele que agora está toda a gente contra ele ( coitado) e vai meter, salvo seja, processos a toda a gente, disse: sou católico e na bíblia diz que toda a mulher adultera deve levar porrada e de preferência liquidá-la logo. 

Eu não sei que nunca a li nem frequento sítios onde se leia e também não a vou comprar. 

Agradecia então, caso não se importem a quem a leu, me esclarecesse. 

Agradecida.

quarta-feira, 6 de março de 2019

Trabalho Infantil

Muito se fala de trabalho infantil. Que há crianças a ser exploradas em países como o Sudão, Vietname, China, Bangladeche, etc etc já o sei, infelizmente todos sabem, crianças escravas há por todo o mundo.

Mas há dias num site que gosto de visitar comecei a ver fotos de crianças em anúncios de determinadas marcas. No momento pensei, olha que giras, maquilhas, bem vestidas, bem penteadas, em pose.



De seguida, para aí num segundo, a minha consciência falou mais alto e fez-me ver que estas crianças estão a trabalhar e a ganhar dinheiro.

Depois fui ver as diferenças da exploração, estas:

Isto passa-se no Bangladeche




Isto tudo é exploração, a única diferença é que as primeiras trabalham para ganhar dinheiro e as últimas, nem para comer,

Que diferença, não é?

Mas a questão aqui é só uma, o porquê destes trabalhos uns e outros.

A nossa lei portuguesa diz:

Em Portugal é proibido o trabalho de menores em idade escolar, por respeito ao princípio do livre desenvolvimento da personalidade. A lei estabelece uma idade mínima de admissão ao emprego, um sistema de protecção contra perigos físicos e morais e um regime penal e sancionatório.

Os menores a partir dos 16 anos podem prestar trabalho depois de concluírem a escolaridade obrigatória, caso se encontrem física e psiquicamente preparados para tal. O empregador deve proporcionar condições de trabalho adequadas à sua idade e desenvolvimento, tendo especial cuidado de prevenir danos resultantes da falta de experiência ou da inconsciência dos riscos existentes ou potenciais.

O trabalho infantil — qualquer forma de trabalho exercido por crianças e adolescentes, abaixo da idade mínima legal permitida — é punido pela lei penal. Se houver maus‑tratos físicos ou psicológicos, emprego em actividades perigosas, desumanas ou proibidas ou trabalho excessivo, verifica‑se um crime contra a integridade física. O responsável pode ser punido com pena de prisão de 1 a 5 anos; incorre na mesma pena quem tiver ao seu cuidado o menor em causa.

Este texto está na pagina da Fundação Manuel Dos Santos.

Em portugal também há o mesmo trabalho das primeiras meninas, neste site por exp: Modelos

Há muitas mais claro e que toda a gente conhece, basta ver nas nossas redes sociais, mas dou o exemplo da Carolina Patrocinio entre tantas.



Nos Estados Unidos, as primeiras fotos, tão evoluídos que eles são e então? crianças tão novinhas a trabalhar?

Já no Bangladesh e tantos outros, infelizmente não há leis ou se as há não se aplicam, por cá igual.

O que me entristece é que estas crianças por culpa de alguém, não têm uma infância feliz, não brincam na rua, não sujam as mãos na terra não jogam à bola, não crescem.

segunda-feira, 4 de março de 2019

Pasmaram-se? pois, até eu.

Como já todos sabem o grande vencedor do nosso festival foi Conan Osíris ( nunca eu tinha ouvido ou visto) , nem vi o festival, hoje é que e depois de tanto ouvir falar dele fui investigar, ai ó santa, mas para que são aqueles artefatos? ferros na cara e nas mãos? será algum problema de pele contagioso? nem quero saber!



A "canção" até me passou ao lado, ouvi um pouco e enfim.. não acabei. Depois fui ler o que diziam os entendidos ou não e Conan na entrevista que deu na final disse: Estou visivelmente burro!! 

Pois até eu estou, mas no fim até pensei que terá ganho, para que Portugal não ganhasse, se não para o ano  lá se iam gastar mais uns milhares.



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Dúvidas.

Quantas e quantas vezes não sabemos o que fazer, perante situações e acontecimentos na nossa vida! às vezes pensamos qual o melhor caminho, a melhor coisa para nós em determinado momento.

E nem sempre se consegue decidir.

Pequenos trecho do livro da Alice:

“Aonde fica a saída?", Perguntou Alice ao gato que ria. 
”Depende”, respondeu o gato. 
”De quê?”, replicou Alice; 
”Depende de para onde você quer ir...”

Às vezes até sei para onde quero ir, mas o ir implica outros que não quero perder e deixar de estar presente todos os dias.

Esta vida está sempre cheia de dúvidas disto e daquilo, do que é melhor para nós sem prejudicar os outros.

Devia haver sempre um caminho certo e sabermos com certeza que só esse o poderíamos seguir, com a certeza de não deixar ninguém para trás.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Incompreensível.

Já há uns bons anos que sigo uma blogger famosa aqui do nosso Portugal a S*, foi, acho eu, das primeiras pessoas que comecei a seguir, ela é frontal e escreve muito bem. Mas uma das coisas que sempre me fez impressão, é a quantidade de anónimos que lhe respondem. Às vezes penso o porquê das pessoas não darem a cara. O blogue dela também tem os comentários moderados mas ela publica-os na mesma. Isso dos anónimos sempre me fez confusão, mas adiante que não foi por isso que aqui estou.

Também eu já escrevi um texto parecido com o que ela escreveu, um tema muito controverso, um tema que dá pano para mangas e onde há tanta discordância e tanta indignação. O tema é sobre as crianças que estão a não preparar para o futuro, ela tem um bebé com 21 meses e quer incutir-lhe já responsabilidades e limites e fala sobre isso e a diferença do que se manda e ensina às crianças hoje e ao que lhe ensinaram a ela em criança. Se quiserem espreitar: Da Educação Nas Novas Gerações.

Estava eu a ler o post dela e comecei a ler os restantes comentários, uns a favor outros contra, mas o que mais me indignou foi haver pessoas com 25 anos e não saberem colocar uma simples máquina de roupa a lavar, não saberem estrelar um ovo e por aí fora.




Cada um tem direito à sua maneira de pensar, mas não concordo com a educação que esta sra teve.
A resposta deste anónimo seria a minha.


Não fui este anónimo mas deu-me que pensar muito, pois é a realidade.

Que pais temos hoje? que filhos vamos ter amanhã?

Eu comecei muito cedo, ( 14 anos) já sabia cuidar de um bebé com três meses e tratar de uma casa.

Se acho que os meus pais fizeram mal em me porem a trabalhar cedo? NÃO!! ainda bem que assim foi, aprendi muito cedo o valor das coisas, se me tornei melhor que as outras crianças? talvez!! pelo menos desenrascava-me sozinha.
Estudei depois até ao 12º ano e hoje continuo a trabalhar.
Não há duvida que a minha geração foi a melhor de todas.

domingo, 10 de fevereiro de 2019

TAG - The Entertainer Blogger Award

A Teresa do: Ontem É Só Memória desafiou- me a responder a esta TAG e eu que quando posso não nego, aqui está.
Espero que gostem :)





Perguntas & Respostas:

Porque é que começaste com o blog?

Comecei o Blog, por brincadeira e também para um dia mais tarde poder vir aqui recordar e ler as m..d@s que escrevi :) 
Qual é o teu livro preferido.

As Palavras Que Nunca Te Direi de Nicholas Sparks, porque no livro revejo-me, deixei muito por dizer a alguém ou a algumas pessoas.

O que menos gostas?

A falsidades de algumas pessoas e a falta de respeito.

Qual é a tua comida preferida no shopping?

Do shopping não tenho nenhuma, mas adoro cozido à portuguesa.


Qual é o teu passatempo preferido?


Adoro "matar" o tempo num jogo do tlm :) 

Não vou nomear ninguém, no entanto quem quiser pode levar que terei muito gosto em ir ler as vossas respostas.

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Culpa minha 😑

Não sei se repararam mas os posts que estão aqui a aparecer, tirando o que escrevi ontem, são todos do ano 2017 ;)
Isto deveu- se a que aqui a je, apagou sem querer as mensagens do ano 2018 😉
Peço desculpa, mas eu sou assim uma desastrada 😊

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Às vezes....

Às vezes gosto de estar só, num sitio calmo, sem ninguém por perto e se for ao pé do mar melhor. 
Gosto de falar sem que ninguém me ouça, pensar ou simplesmente, olhar aquela imensidão se água. O mar transmite-me muita paz e às vezes, necessito dela. Principalmente nos dias de cão, onde alguém resolve chatear-nos a cabeça. 

Às vezes estou rodeada de pessoas, mas não estou a ouvir nada do que dizem, de tão envolvida que estou nos meus pensamentos.

Às vezes olhos os pássaros e penso, ai quem me dera poder voar e ir por aí sem rumo, outras, penso, mas eu necessito de ter os pés bem assentes na terra, pois não sou pássaro e tenho obrigações e tenho pessoas que precisam de mim.

Às vezes apetece-me não ser eu!! mas não consigo, as pessoas mudam e eu também mudei Já fui lorpa, mas aprendi a não ser, já me calei demais, ao ponto de pensar que era muda, risosss, já dei tudo, já me rebaixei e sei lá mais o quê. Tenho de ser eu, se não, não estou bem. 

Ninguém agradece nada, neste mundo de gentalha que só olha para o seu umbigo, de pessoas mesquinhas, que tudo fazem para passar a perna ao outro. 

Um F#d@$$€.. Pra gente de M..d@

Às vezes, sinto saudades do que eu era, mas não vou voltar atrás jamais.


Às vezes sou triste, mas raramente infeliz.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Agora que o Natal já lá vai.

Como o natal foi em casa, como sempre claro, não me apetecia passar o ano também à lá maison :)

Mas depois há aquele problema dos encontrões, empurrões, filas às portas dos bares, cafés e tascas, a confusão, portanto!! 

Esta cabecinha, pensou que seria melhor ir prevenida, para evitar confusões.

Assim penso que ninguém chegará perto e vou prevenida. 
Bamos ber como corre :)